Felicidade

Em geral felicidade seria um estado de satisfação devido à própria situação no mundo.

O conceito de felicidade é oriundo da Grécia antiga, e é bastante amplo! Bora ver de forma bem resumida o que alguns dos antigos filósofos diziam?

Tales: Julgava feliz aquele que tem corpo sadio, forte, e uma alma bem formada.


Demócrito: Felicidade seria manter-se afastado de qualquer defeito e de qualquer excesso.


Platão: São felizes aqueles que possuem bondade e beleza, ou seja, ser virtuoso e cumprir os deveres que lhes cabem.


Aristóteles: São felizes aqueles que possuem as três espécies de bens – externos, os do corpo e os da alma. Concluí o filósofo que a felicidade é, portanto mais acessível ao sábio; e o sábio é aquele que mais facilmente basta a si mesmo. Enfatiza que os bens materiais possuem um limite, dentro do qual, cumprem com sua missão, entretanto se tornam inúteis, para quem os possui. Já os bens espirituais, pelo contrário, quanto mais são abundantes, tanto mais são úteis.

Locke: Felicidade “é ser-nos”.


Kant: Felicidade seria a condição de agir racionalmente, de tal maneira que no decorrer de toda a vida, tudo acontece conforme seu desejo e vontade. Em outras palavras, para ser feliz seria preciso o uso da razão e o isolamento dos instintos. Algumas correntes, portanto, defende que a felicidade, nesses modos, não deve ser perene.


Copilando tudo que foi dito e pondo em prática: Para ser ou estar feliz é necessária uma construção de pequenos detalhes – Mantenha hábitos saudáveis, afaste-se dos excessos, seja bondoso, cumpra com seus deveres, desenvolva a autoconsciência e espiritualidade, busque o autoconhecimento, economize, use seus instintos, emoções e sentimentos, mas seja racional na tomada de decisão.

Concentre-se nas pequenas coisas, pois são elas que juntas se tornarão grandes.

5 visualizações
  • Instagram

Logos Militar

Indaiatuba/SP

coachmilitar@gmail.com

(19) 9 7401 0028 Whatsapp